Notícias

Notícias do nosso voluntário em Moçambique

LISBOA, 5 Fev 2009 – Em Março de 2008, o nosso voluntário Manuel Vicente da ilha da Madeira viajou até Moçambique para integrar um  projecto da AMURT. Eis o seu último relato com fotografias do trabalho onde tem participado:

"Neste momento temos um projecto no Distrito de Chibuto, a 60 Km de Xai-Xai. O projecto chama-se Escola Amiga da Criança para Africa e a AMURT esta a efectuar a parte social (Participação e Educação Comunitária, Promoção de Higiene e Saneamento).

O projecto é do Governo do Distrito de Chibuto, financiado pela UNICEF. No âmbito deste projecto estão a ser construidos furos e latrinas melhoradas em algumas escolas do distrito. A construção dos furos de água e das latrinas são da responsabilidade de duas empresas contratadas pelo dono do projecto.

A AMURT como responsável pela área social do projecto tem de:

  • Constituir por cada bomba de água instalada o Comite de água e Grupo de Manutenção que são responsáveis pela boa utilização, sustentabilidade e manutenção da fonte;
  • Nucleo de saneamento em cada escola que é constituido por 15 alunos e é responsável para promoção e manutenção da higiene e saneamento no recinto escolar;
  • Nas outras escolas do distrito temos de ver se estes grupos estão a funcionar bem e reactivá-los se for necessário.
  • Verificar se as bombas de água que nao estão nos recintos escolares estão a funcionar bem e se têm Comitê de Água e Grupo de Manutenção.
  • Promover junto da população do distrito a higiene e saneamento nomeadamente a correcta utilização da água, construção de latrinas melhoradas, cova para lixo e copas (pequena mesas, normalmente coberta com zimco, para a loiça)
  • Construção de 6 Centros de Demonstração de opções tecnológicas de saneamento rural, um por cada Posto Administrativo do distrito. Estes centros vão ter 4 tipos de latrinas, para que a população em geral possa conhecer os varios tipos de latrinas existentes, vender lajes e blocos para latrinas, pedreiros treinados na construção de latrinas e mecânicos treinados na reparação de bombas nanuais e vendas de pessas sobressalentes para as bombas manuiaes e promoção de Água, Higiene e Saneamento do meio junto da população.

As fotografias que estou a enviar estão relacionadas com este projecto a excepção de algmas que são de uma viagem a Tete no norte do pais onde a AMURT esta a terminar um projecto também na área social onde foram construidas latrinas para a população local."

Reunião para apresentação do projecto e formação do Comite de Água e Grupo e de Manutenção em algumas escolas onde vão ser instaladas bombas de agua. Estes grupos são constituidos por pessoas da comunidade e da escola. Também efectuamos a criação do Núcleo de Saneamento, constituido por 15 alunos, que é responsável pela promoção do Saneamento e Higiene na escola.

Salas de aulas de algumas escolas onde estamos a trabalhar.

Activistas com os seus filhos.

Visita que efectuámos para acompanhar a empresa que esta a efectuar a abertura dos furos no âmbito deste projecto. Há uma satisfação enorme na população pelo facto de passar a ter água mais perto de casa.

Bomba de água e latrinas melhores construidas pelo projecto.

Construção de lajes para latrinas.

Centro de demonstração que está a ser construido pela AMURT. No projecto esta previsto a construção de um destes centros em cada um dos 6 postos administrativos do distrito onde estamos a trabalhar. Cada centro terá varios tipos de latrinas, para que a população possa ter conhecimento das várias tecnologias existente. Também serão vendidas lajes para latrinas a preço reduzido e vão existir pedreiros, treinados para construção de lajes e latrinas, e mecânicos treinados para abrir as bombas de água.

Visita que efectuamos, juntamento com o Governo e UNICEF, a algumas escolas onde estão a ser construidas latrinas melhoradas e bombas de água.

Reunião com a população e autoridades locais da localidade onde foi doado um terreno a AMURT pelo governo. Neste terreno pretende-se desenvolver um projecto diversificado com uma parte de educação, agricultura, saúde, etc. Aguarda-se um financiador para poder iniciar o projecto.

adminNotícias do nosso voluntário em Moçambique