Notícias

Ajuda às vítimas do ciclone Idai em Moçambique

O ciclone Idai occorreu em Moçambique a 14 de março, causando uma inundação catastrófica que matou mais de 500 pessoas no país e afetou mais de 1 milhão de sobreviventes. Desde então, uma equipe da AMURT tem trabalhado em parceria com a Rizwan Adatia Foundation e a WF Aid para distribuir suprimentos básicos aos sobreviventes.

Inicialmente, os voluntários da AMURT concentraram-se na Beira, ajudando as vítimas do ciclone alojadas em escolas e hospitais. Actualmente a AMURT tem prestado assistência ás pessoas que estão alojadas em campos temporários e as aldeias mais isoladas situadas a cerca de 100 km da Beira.

Neste momento em que a fase de actuação em situação de emergência está concluída, a AMURT está a construir nas comunidades unidades de latrinas como parte do programa de higiene e saneamento.

A prevenção da defecação a céu aberto é um passo importante para ajudar a prevenir doenças.

A AMURT continuará o seu apoio aos sobreviventes do ciclone no futuro previsível.

adminAjuda às vítimas do ciclone Idai em Moçambique